sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Sistema EUMETCast



Avanços na tecnologia têm proporcionado equipamentos menores e mais baratos, facilitando a compra de estação de recepção por universidades, centros de pesquisa ou organizações governamentais. O sistema EUMETCast, realiza pesquisas de monitoramento de  Meteorológicos ou Pesquisas Ambientais (NDVI diários). 

O que é o sistema EUMETCast?

EUMETCast é um sistema de baixo custo de difusão de informações por satélite, em tempo quase real, projetado para distribuir imagens do MSG, de observações in situ, de produtos e de serviços do Programa GEOSS (Global Earth Observation Systems of System) a usuários que disponham de uma infraestrutura mínima em qualquer ponto do planeta.

O sistema EUMETCast é baseado num sistema de arquitetura cliente/servidor. O servidor encontra-se em Usingen, na Alemanha, e entende-se como cliente o usuário registrado e licenciado, dotado de hardware necessário para a recepção direta dos dados. Inaugurado em janeiro de 2004 pela EUMETSAT, o sistema é baseado no padrão de transmissão de vídeo digital (DVB) a partir de um satélite comercial. Deste modo, as imagens são transferidas do MSG através de uma linha privada de comunicação de dados dedicada à EUMETSAT para as instalações de Usingen. Estas imagens são posteriormente codificadas e transmitidas para um satélite geoestacionário de comunicações que permite a difusão para as estações de recepção na maior parte da Europa, bem como para todos os estados membros da EUMETSAT. A extensão deste sistema inclui ainda a cobertura de todo o território brasileiro, bem como outros países, destacando os do continente africano.

 A Difusão desses Dados ou da tecnologia 

O Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (LAPIS), uma unidade de investigação e desenvolvimento integrada no Instituto de Ciências Atmosféricas (ICAT) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).
O LAPIS realiza atividades de pesquisa, assistência tecnológica e treinamento de recursos humanos para a recepção, processamento, interpretação e integração de imagens dos satélites da série METEOSAT. Para atender a essa demanda, em 2007 a UFAL instalou e operacionalizou a terceira estação de recepção de imagens do satélite METEOSAT Segunda Geração (MSG) no Brasil. Como atividades de pesquisa e transferência de conhecimento, a equipe do Laboratório elabora aplicativos para tratamento de imagens, disponibiliza produtos meteorológicos e ambientais derivados do MSG para setores operacionais e oferece treinamento na área.
Mais informações AQUI