segunda-feira, 10 de março de 2014

Software TRANUS

                O assunto hoje  e como planejar e trabalhar  a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU) Lei 12.587/12, pretende estimular transporte coletivo público nas cidades. Então surgiu a pergunta  em qual software podemos simular os efeitos prováveis de projetos e políticas de diferentes tipos de cidades e regiões, e para avaliar os efeitos a partir de pontos econômicos, financeiros e ambientais. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a falta de políticas públicas para transporte de massa e mobilidade urbana, aliada a passagens cada vez mais caras, provocaram uma queda de cerca de 30% na utilização do transporte público no Brasil nos últimos dez anos. Em algumas cidades, dependendo do trajeto, sai mais barato usar moto ou carro do que o ônibus, metrô ou trem. Sem falar nos casos em que há ausência total de transporte público.

Gostaria de deixar claro que não existe fórmula mágica para tal e sim caminhos onde o Pesquisador juntar as peças terá um produto próximo da realidade. Então depois de uma pesquisa intensa sobre softwares cheguei ao software livre Tranus este software simula a localização das atividades no espaço, uso da terra, o mercado imobiliário e o sistema de transporte. Ele pode ser aplicado para escalas urbanas ou regionais.

                A característica mais notável do sistema TRANUS é a maneira em que todos os componentes do sistema urbano ou regional estão estreitamente integradas, tais como a localização de atividades, uso da terra e do sistema de transportes. Estes elementos estão relacionados uns com os outros de uma forma explícita, de acordo com uma teoria, que foi desenvolvido para este fim. Desta forma, os movimentos de pessoas ou de carga são explicados como o resultado da interação econômica e espacial entre as atividades, o sistema de transportes e no mercado imobiliário. Por sua vez, a acessibilidade que resulta do sistema de transporte influencia a localização e interação entre as atividades, afetando também a renda da terra. Avaliação econômica também faz parte da modelagem integrada e formulação teórica, fornecendo as ferramentas necessárias para a análise de políticas e projetos.Com este sistema é possível avaliar os efeitos de projetos e políticas de transporte sobre a localização das atividades e uso da terra. Também é possível avaliar os efeitos de regulamentação urbana ou projetos de habitação sobre o sistema de transporte. Mesmo que seja no uso do solo e de transporte projetos e políticas integradas, onde o sistema TRANUS rende-lhe valor máximo, o sistema pode ser usado também como um modelo de transporte individual, especialmente para avaliar os efeitos de curto prazo de projetos de transporte.
              O sistema de modelagem é capaz de representar os movimentos de passageiros e de carga, e os modos públicos e privados, tudo em uma rede única e comum com diferentes tipos de veículos que competem por espaço viário. No caso de aplicações urbanas é comum dar mais importância para os movimentos de passageiros. 
A gama de projetos e políticas que o modelo é capaz de representar é particularmente grande. Políticas de uso da terra podem ser combinados com projetos de transporte de diferentes tipos e avaliados em combinação. A lista a seguir é um indicativo do conjunto de políticas que têm sido realmente representados em muitas aplicações:
  •   Planos de urbanização
  •  Controles sobre os usos do solo
  •  Impacto dos projetos industriais ou residenciais
  •  Planos de desenvolvimento regional
  •  Planos e estímulos para a construção de moradias
  • Programas de proteção do ambiente através do controle sobre as áreas especiais
  • Novas estradas e melhoras as estradas existentes
  • Reorganização do sistema de transporte público (novas rotas, tarifas, etc.)
  • Faixas exclusivas de ônibus (BRT)
  • Sistemas de transporte coletivo (metrô, LRT, etc) com tarifas integradas
  • Rodovias de pedágio urbanas ou regionais
  • Faixas exclusivas para veículos de alta ocupação (HOV)
  • Restrições à circulação de veículos
  • Políticas de preços, tais como taxas sobre os combustíveis ou estacionamento
  • Park-and-ride
  • Road Pricing (pedágios urbanos)
  • Reabilitação e manutenção de estradas
  • Projetos ferroviários
  • Novas instalações portuárias ou aeroportuárias ou relocalização dos atuais


Maiores Informações e  Downloads aqui TRANUS.